logo
Não estamos preocupados se seu site está bonito ou se você tem curtidas, estamos preocupados em te dar resultados. Fale conosco agora e vamos cuidar de aumentar seu faturamento

Marketing Móvel

Links patrocinados (PPC)

Otimização de taxa de Conversão

Email Marketing

Analise de Presença Online

Entre em contato
Tentamos oferecer sempre uma comunicação direta e aberta com nossos clientes

21 3173 - 7754

contato@otimize.me

Top

Facebook Ads

Otimize.Me / Inbound Marketing  / Facebook Ads

Facebook Ads

Quem não usa o Facebook hoje em dia? Certamente existem algumas pessoas, mas elas provavelmente não habitam o planeta Terra. Milhões de pessoas acessam as redes sociais todos os dias, e pode-se dizer que boa parte delas é absolutamente viciada.

Em computadores e dispositivos móveis, o uso das redes sociais é tão frequente que se torna uma distração nos ambientes de trabalho e estudo. Com um público tão vasto e garantido, não é difícil enxergar a grande possibilidade de investimento que se encontra aí.

Mas como conseguir uma fatia desse bolo? Com os Facebook ads, em português: anúncios do Facebook.

Tipos de Facebook Ads

Existem alguns modelos diferentes de Facebook ads. Mais especificamente, existem os anúncios no feed de notícias móvel, no feed de notícias do desktop, na coluna da direita, também exclusivo para desktop, e, por fim, no Instagram.

A principal diferença é entre os anúncios que aparecem no feed de notícias e os que aparecem na coluna da direita. Esses dois tipos de anúncios interagem de forma bem diferente com os usuários e, por isso, apresentam resultados diferentes também .

Os anúncios presentes no feed de notícias são parte direta da experiência do usuário do Facebook porque se assemelham a publicações normais. Eles não são agressivos e não interrompem o fluxo natural do feed de notícias.

Os anúncios que aparecem na coluna, por sua vez, são mais facilmente ignorados e podem ser bloqueados com extensões de bloqueio de propagandas.

Como usar as redes sociais a seu favor

Para criar anúncios eficazes no Facebook, é preciso entender um pouco da mecânica da rede social e todas os recursos disponíveis que você pode usar a seu favor.

Anunciar no Facebook não é tão diferente de investir em marketing de conteúdo e links patrocinados (Adwords), isto é, anúncios que aparecem nos resultados de busca, mas existem diversas especificidades que, uma vez que acostumado, se tornam vantajosas para você.

A primeira regra para anunciar em uma rede social é: você precisa fazer parte dela. Por isso, para criar um Facebook Ad, você precisa de uma página. Você entendeu corretamente, o seu perfil pessoal não serve. E, é claro, ao criar uma página para o seu negócio, você deve pensar competitivamente.

Sua página e seu público no Facebook

A sua página é o rosto do seu negócio para os usuários do Facebook. Não importa se você tem um lindo site e e-commerce ou um blog com conteúdo incrível se a sua página não é atraente para os usuários. A primeira impressão dos seus clientes em potencial  é o que eles veem nas redes sociais, os cliques e redirecionamentos vêm depois. Você precisa conquistar seu público-alvo onde eles estão.

Tente pensar do ponto de vista de um usuário do Facebook. Um usuário casual, que, diferente de você, não está lá para divulgar um negócio. Muito bem. Qual a principal intenção desse usuário? Provavelmente é se distrair. Saber de notícias. Ver piadas. Conversar com os amigos. Esses usos podem variar, mas o importante é que dificilmente um usuário do Facebook tem a intenção de ver uma propaganda.

As propagandas simplesmente estão lá, coexistindo com os usuários. A sua função é torná-las o mais engajadoras possível, para que elas se tornem uma parte natural da experiência do usuário na rede social e adicione algo bom para a vida dele. Dessa forma, mesmo um usuário que propositalmente evita anúncios pode se tornar um cliente fiel.

Assim como o próprio Facebook anuncia, “Você conhece seu negócio (…) Nós conhecemos pessoas (…) O Facebook conecta negócios e pessoas” (Marketing on Facebook, tradução nossa). Os Facebook ads permitem toda uma segmentação de público para que você alcance exatamente os seus clientes em potencial.

Ao criar uma campanha, você tem uma série de opções a serem preenchidas que vão desde o objetivo do seu anúncio até a região, faixa etária, gênero, status de relacionamentos e muitos outros detalhes que direcionam o seu anúncio para o público e as ações certos. Mas o que são essas “ações” certas?

Calls-to-action em Facebook Ads: o que você quer dos consumidores?

Lidar com marketing significa engajar pessoas. Você tem um objetivo e quer convencer as pessoas dele. No marketing digital, tudo se torna muito mais imediato. A internet é um mundo interativo, você se comunica com o público e o público reage a você.

E como você quer que seja essa reação? Pense no seu negócio e o que ele precisa. Se o seu produto é um jogo, por exemplo, você espera que o público jogue. Se você tem um hotel, a ideia é que reservem seus quartos.

A resposta para essa pergunta depende de você e da natureza do seu negócio, mas quando o assunto é marketing, também há uma resposta universal. Você não quer ver seu negócio ser ignorado. Para isso, é necessário ter conteúdo interessante, atraente. É o básico.

Indo além, existe aquela reação específica desejada. E, no marketing digital, com toda a sua interatividade, a chave para alcançá-la são os calls-to-action. Um botão com uma frase que incentiva o usuário a fazer alguma coisa. E essa coisa é a resposta da pergunta que só você pode responder.

Facebook ads

O Facebook possibilita a você criar um botão específico para a sua página. Além dos botões de praxe da rede social, como “Curtir” e “Enviar mensagem”, você tem a opção de adicionar um botão totalmente personalizado que atende às necessidades do seu negócio.

Facebook ads

Facebook ads

Todos os recursos que o Facebook disponibiliza estão ali para melhorar a experiência dos usuários, o que beneficia a rede social e também o seu negócio. Use e abuse. Lembre-se de que a sua página do Facebook é a primeira impressão dos seus clientes em potencial sobre o seu negócio.

Torne a experiência deles o mais completa possível, mas sem excessos. Isso significa usar os botões corretos, disponibilizar os dados para contato necessários, providenciar conteúdo interessante na própria rede social e, por fim, redirecionar os usuários para onde você mais precisa deles. O seu site.

Promovendo o seu negócio com Facebook Ads

Falamos muito sobre como estruturar a sua página do Facebook. Muito bem. Que tal seguirmos para a próxima etapa, onde tudo fica mais divertido? Vamos promover o seu negócio.

Facebook ads

Na página do seu negócio, é fácil notar uma coisa. O Facebook quer que você divulgue sua página e publicações. Como há um interesse comum, tudo fica mais fácil. Há diversos botões espalhados que incentivam a divulgação. São os calls-to-action do Facebook para você.

Na coluna da esquerda, há o botão “Promover”. Ao clicar nele, aparecem algumas opções para você divulgar uma publicação, seu site e sua página.

Essas são opções simples, que ainda não refletem a experiência completa dos Facebook ads. Para visualizar a experiência completa, você pode acessar o Gerenciador de Anúncios.

Facebook Ads

Facebook Ads

O Gerenciador de Anúncios do Facebook

O Gerenciador de Anúncios é como a sua sala de controle de marketing no Facebook. Lá, você acessa uma conta de anúncios, que pode ser sua conta pessoal, e gerencia a publicidade das suas páginas. Isso inclui a criação de campanhas, anúncios e conjuntos de anúncios e o acompanhamento dos resultados e gastos.

O que mais nos interessa agora é a criação de um anúncio. Ao clicar em “Criar anúncio” ou “Criar campanha” no Gerenciador de Anúncios, aparecerá uma coluna à esquerda.

O primeiro item da coluna é “Campanha”, e mesmo que tenha clicado em “Criar anúncio”, é para ele que você será automaticamente redirecionado. É a primeira etapa.

Escolha o objetivo da sua campanha de Facebook Ads

Nesta etapa, você terá que responder a esta pergunta: “Qual é o seu objetivo de marketing?”. É uma pergunta semelhante a “Como você quer que seja a reação do público ao seu negócio?”.

Você deve questionar as necessidades atuais da sua empresa e qual o plano de ação mais adequado. Esse será o objetivo de marketing da sua campanha.

Facebook Ads

Após selecionar seu objetivo, você será redirecionado para a próxima etapa. Se você ainda não tiver uma conta de anúncios, será solicitado a criar uma nova. O processo é bem simples, e logo será redirecionado para a etapa “Conjunto de anúncios”.

Defina o público do seu conjunto de anúncios no Facebook

Possivelmente uma das etapas mais importantes deste processo, é aqui que você define o público do conjunto de anúncios. Em outras palavras, é onde ocorre o direcionamento.

As opções de direcionamento incluem localização, faixa etária, gênero, idiomas, interesses e ainda mais detalhes sobre o público que você deseja alcançar com esses anúncios.

Além disso, existe o público personalizado, uma seleção avançada de direcionamento que permite que você utilize outras informações para escolher seu público com cuidado.

Por exemplo, se você já tiver clientes cadastrados, você pode usar seus números de telefone ou e-mails para identificá-los no Facebook e incluí-los ou excluí-los do público de sua campanha de acordo com o seu objetivo de marketing. E, claro, tudo isso é feito sem violar a privacidade de seus clientes.

Todas essas opções fazem com que você alcance as pessoas certas, exatamente quando elas estão interessadas no que você pode oferecer. E, após criar seu público, você ainda pode salvar as configurações para reutilizá-las em outras campanhas sempre que quiser.

Defina o orçamento e programação do seu conjunto de anúncios no Facebook

Para concluir esta etapa, você deve definir também o orçamento e a programação do conjunto de anúncios. Assim, você controlará seus gastos e poderá definir as datas de início e término dos anúncios.

Nas opções avançadas, a programação é definida de forma mais detalhada, e você pode inclusive selecionar o tipo de veiculação do anúncio.

Em relação ao orçamento, você também pode escolher o modelo de custo, que pode ser por clique ou por impressão.

É importante se atentar à diferença entre os dois modelos. No modelo de CPI (custo por impressão), você é cobrado por cada visualização do anúncio. No modelo de CPC (custo por clique), você é cobrado apenas pelos cliques.

Ao selecionar o modelo de CPC, o Facebook fará um esforço maior para exibir o seu anúncio para o público mais propenso a clicar nele. Assim, todos saem ganhando.

Selecione mídia, texto e links do seu anúncio no Facebook

Chegamos à etapa final. É onde a magia acontece: a criação do anúncio! A primeira decisão a ser tomada nesta etapa é o formato do anúncio. Você pode escolher entre um anúncio com apenas um imagem ou vídeo ou com múltiplas imagens ou vídeos.

A vantagem de escolher exibir apenas uma imagem ou vídeo é a probabilidade do público aceitar prestar atenção em coisas simples com mais facilidade. Ninguém gosta de perder tempo e todos gostam de praticidade. As vezes menos é mais. Pense no simples e cativante.

Entre outras coisas, você deverá também escrever o texto do anúncio e selecionar onde ele será divulgado. São os tipos de anúncio mencionados anteriormente: anúncios no feed de notícias móvel, no feed de notícias do desktop, na coluna da direita e no Instagram.

Você pode selecionar mais de um tipo para cada anúncio, divulgando-o em todas os dispositivos e canais possíveis. No entanto, para poder acompanhar de forma eficaz os resultados de cada tipo de anúncio, é interessante começar selecionando apenas um por vez.

Publique simultaneamente diferentes tipos de anúncio com mudanças superficiais no conteúdo e compare os resultados. Elimine os anúncios com resultados ruins e invista no que der certo.

Vantagens dos Facebook Ads

Os Facebook Ads têm um potencial enorme para alcançar e engajar o seu público-alvo. Em uma sociedade tão conectada às redes sociais, publicar anúncios no Facebook significa divulgar sua marca exatamente onde as pessoas estão.

O Facebook proporciona a você a possibilidade de alcançar clientes em potencial que talvez não procurassem o seu produto em outras plataformas, mas que com certeza se interessariam em ver o que você tem a oferecer. Pessoas que se enquadram perfeitamente na sua buyer persona, ou seja, um perfil detalhado de quem são os clientes da sua empresa.

Um exemplo real de fidelização com Facebook Ads

Imagine, por exemplo, uma garota de 21 anos interessada em maquiagem e uma empresa local que produz e vende maquiagens.

O cenário é este: batons líquidos matte e batons preto são tendências. A empresa oferece um batom líquido matte preto. A garota tem interesse nos batons da moda. É fácil observar onde está a demanda e onde está a oferta, certo? A próxima etapa é conectar os dois.

Essa empresa local, por ainda ser uma marca de pouco destaque, não aparece em muitas resenhas e conta apenas com o e-commerce. Ela precisa correr atrás da sua própria divulgação. E escolhe os Facebooks Ads para isso.

O anúncio é publicado no feed de notícias em dispositivos móveis e desktop com a imagem de uma modelo usando o batom preto. A garota, que faz parte do público-alvo, vê o anúncio.

Ainda que a garota, no geral, evite propagandas com o auxílio de uma extensão de bloqueio de anúncios, esse tipo de anúncio é imune ao bloqueio. E, além disso, ele aparece “camuflado” entre publicações normais. Acima de tudo, o produto oferecido era único e interessante para a garota.

Resultado: ela acessou o site da empresa para conferir o valor do batom, viu outros produtos que também eram interessantes, recomendou para amigas e, por fim, fez uma compra no valor de quase R$ 100 para conseguir frete grátis. Um valor muito superior ao do batom sozinho.

Tudo isso com apenas um anúncio. O processo de fidelização completo, de cliente em potencial a defensor da marca. E esse é um exemplo real.

Conquiste seu público você também. Anuncie no Facebook.

Compartilhe
Não há Comentários

Postar Comentário