logo
Não estamos preocupados se seu site está bonito ou se você tem curtidas, estamos preocupados em te dar resultados. Fale conosco agora e vamos cuidar de aumentar seu faturamento

Marketing Móvel

Links patrocinados (PPC)

Otimização de taxa de Conversão

Email Marketing

Analise de Presença Online

Entre em contato
Tentamos oferecer sempre uma comunicação direta e aberta com nossos clientes

21 3173 - 7754

contato@otimize.me

Top

O que é SEO?

Otimize.Me / Inbound Marketing  / O que é SEO?
O que é SEO

O que é SEO?

Não dá para falar sobre inbound marketing sem mencionar estas 3 letrinhas: S.E.O. Search Engine Optimization, em português, “otimização de sites”. Não explica muita coisa, não é? Então, o que é SEO?

Bem, SEO se refere às técnicas utilizadas para valorizar o seu site nos resultados de busca. O objetivo é aparecer na primeira página da pesquisa, ou o mais próximo possível dela, quando alguém buscar o conteúdo que você oferece. Simples até aí, certo? Mas…

SEO e as ferramentas de busca

Para entender o SEO, primeiro deve-se entender a sua área de atuação: as ferramentas de busca. Google, Yahoo!, Bing, entre outros, cada ferramenta de busca tem um algoritmo que define a ordem em que os resultados são exibidos. Nada é aleatório.

Pense, por exemplo, nos resultados do Google. Quanto mais próximos do topo da página, maior a probabilidade de serem lidos, certo? Então, o que está no topo da página?

Primeiro, temos os anúncios, ou seja, sites e e-commerces que pagaram para estar ali.  Depois, os resultados de busca orgânica, ou seja, sites que conquistaram sua posição naturalmente. E é aí que entra o SEO!

E como conquistar boas posições nos resultados de busca? Apresentando conteúdo relevante aos olhos da ferramenta de busca e demonstrando sua autoridade no assunto em que seu site se especializa. E a chave para isso é o uso de… palavras-chave.

O papel das palavras-chave em SEO

Imagine, novamente, uma pesquisa no Google. Dessa vez, você busca “roupas de banho”. Essa é a palavra-chave. Uma palavra ou conjunto de palavras que representam a sua pesquisa. Temos a demanda, aquilo que as pessoas buscam.

Agora, a oferta é o conteúdo de sites, e o Google tem a tarefa de encontrá-lo e classificá-lo por relevância. Em outras palavras, o Google deve oferecer em primeiro lugar o melhor conteúdo disponível para seus usuários.

Se o usuário busca “roupas de banho”, então o conteúdo deve conter as palavras “roupas de banho”, certo? Assim começa a lógica das palavras-chave.

Para sua página ser bem classificada na pesquisa de uma palavra-chave específica, essa palavra-chave deve estar presente no conteúdo. De preferência onde for mais visível, em posições relevantes, mostrando que ela é o assunto central daquela página.

Dito isso, o que são essas posições relevantes?

O conteúdo e a relevância do seu site em SEO

Vamos supor que o conteúdo da sua página seja um artigo. Aprendemos desde a escola que o conteúdo de um texto deve ser bem organizado.

Em uma redação, por exemplo, temos a introdução, onde o tema é apresentado; três parágrafos de corpo, onde o tema é elaborado; e uma conclusão, que pode apresentar uma “solução” ao tema, se necessário.

Artigos da Web não são muito diferente disso, eles têm uma organização própria. Onde as palavras-chave se encontram dentro dessa estrutura é muito importante para a sua classificação nos resultados de busca.

Agora, quais são as posições de destaque dentro de um artigo da Web? Os headings, ou cabeçalhos.

A hierarquia dos headings

Observe o texto que você está lendo. Isso mesmo, aqui e agora. Uma espécie de subtítulo acabou de ser introduzido, não é mesmo? “A hierarquia dos headings” é um heading. Mas não um heading qualquer, é um heading 3, ou H3.

Os headings têm uma hierarquia própria, quanto mais próximo o número for de 0, mais relevante ele é. Dessa forma, o título deste artigo, “O que é SEO?”, é um H1. Os subtítulos “O papel das palavras-chave em SEO”, e por aí vai, são H2. E o subtítulo dessa seção é um H3.

O conteúdo

Para provar que a sua página merece uma boa posição nos resultados de busca, não basta apenas repetir a palavra-chave por todo o texto. O seu site precisa de conteúdos e artigos de qualidade, que façam o mínimo de sentido.

O SEO oferece técnicas para otimizar o seu site nos resultados de busca, mas não pense que um site pode sobreviver de macetes. Isso é trapaça e não é bem visto pelas ferramentas de busca, que podem punir seu site de diversas formas, inclusive removendo-o dos resultados completamente.

Não subestime a inteligência das ferramentas. Elas sabem diferenciar conteúdo real de conteúdo falso.

Por isso, um texto bem estruturado tem mais relevância do que um texto vazio. E isso é explícito em outro tópico importante do SEO, a autoridade do site.

O SEO e a autoridade do seu site

Existem alguns indicadores utilizados pelas ferramentas de busca para medir a “autoridade” do seu site. Em outras palavras, o quão confiável e útil ele é para pessoas que precisam do conteúdo que você promete oferecer.

A autoridade é conquistada majoritariamente pela qualidade do seu conteúdo. A quantidade de tempo que os visitantes passam em seu site é levada em consideração, por exemplo. Do ponto de vista das ferramentas de busca, quanto mais tempo alguém passa em um site, mais interesse a pessoa tem nele. E se há interesse, provavelmente há qualidade.

Se o seu site é favoritado, compartilhado e muito navegado, todos esses sinais são absorvidos de forma positiva pelas ferramentas. E, em contrapartida, a ausência deles é vista de forma negativa.

Há alguns indicadores que podem ser facilmente otimizados com técnicas específicas. Por exemplo, da mesma forma que incluir palavras-chave ao longo de uma página e especialmente em posições de destaque, comos os headings, demonstra que o conteúdo da página é voltado para a palavra-chave, você pode trabalhar para demonstrar que o seu site, no geral, é especializado em determinado assunto.

O papel dos blogs na autoridade

Desenvolver uma rede de páginas com conteúdos interligados demonstra certa autoridade. Para ilustrar melhor, imagine uma loja online de roupas de banho. O site, além da sessão “loja”, possui um blog. Os artigos do blog ajudam a loja a aparecer nos resultados de busca e a conquistar mais clientes.

Agora, pense bem. O blog produz diversos artigos, um após o outro, e qual o tema geral deles? Roupas de banho. E quantos tipos de palavra-chave existem dentro desse assunto? Diversas, mas todas relacionadas a um assunto geral maior. Então, se você publicar um artigo sobre biquínis, é possível fazer uma conexão entre ele e outro artigo sobre maiôs.

Ao publicar artigos com links para outros conteúdos do seu blog, conteúdos, é claro, que realmente estão interligados, você prova que tem um compromisso real com aquele tema.

A escolha de palavras-chave para SEO

É importante ressaltar que, na hora de decidir quais temas serão trabalhados em seu blog, você deve pesquisar quais palavras-chave estão em alta dentro do assunto no qual seu site é especializado. Se todo tema é uma palavra-chave, investigue o quanto vale a pena investir nessa palavra-chave em específico.

Entre as possíveis maneiras de fazer essa investigação para escolher sabiamente em quais palavras-chave investir, está o uso de ferramentas especializadas. Outra maneira, mais simples e menos eficaz, é aproveitar as sugestões de busca que aparecem automaticamente enquanto digitamos a palavra-chave da busca. As sugestões refletem palavras-chave relevantes, que podem ser um bom investimento. No entanto, há um pequeno porém nessa técnica.

A inteligência das ferramentas de busca, assim como a quase onisciência do Google, faz com que essas sugestões sejam adequadas para o usuário específico que as busca. Para conseguir sugestões mais neutras, que refletem um público geral, limpe o cache do navegador antes de experimentar essa técnica.

O retorno do investimento em SEO

Atualmente, não há dúvidas sobre a necessidade de investir em marketing digital. Junto a essa tendência, várias estratégias diferentes são desenvolvidas para a divulgação de empresas. Onde o SEO se encaixa nisso?

o que é seo

Segundo o “Email Marketing Industry Census”, realizado pela Econsultancy em parceria com a Adestra, o SEO é uma das melhores estratégias de marketing digital em termos de retorno de investimento. De acordo com a pesquisa, 67% dos entrevistados avaliaram o SEO positivamente, considerando seus retornos de “bons” a “excelentes”.

Entre os outros canais de divulgação avaliados na pesquisa estão as campanhas de e-mail marketing, o marketing de conteúdo, links patrocinados (Adwords), redes sociais, marketing offline, programa de afiliados, mobile marketing e anúncios online.

Em outras palavras, o investimento em SEO é seguro e tem retorno garantido, se destacando dos demais canais e estratégias por ter a menor rejeição entre os entrevistados.

Compartilhe
Não há Comentários

Postar Comentário